Google + nova rede social / Adicione o +1 a suas páginas

O Google está em processo de finalização mais uma de suas grandes obras, o Google +.

Trata-se de uma rede social, que virá para disputar a atenção dos usuários junto ao Facebook, que hoje domina o mercado.

Na apresentação do serviço disponível on-line são divulgadas cinco funcionalidades: criação de círculos de amigos, possibilidade de se marcar encontros com os amigos em tempo real através de vídeo, partilha de conteúdos de forma instantânea, uma funcionalidade chamada Sparks que permite especificar os gostos do utilizador e a possibilidade de participar em chats com vários utilizadores ao mesmo tempo.

Caso você queira participar dos testes desta nova mídia, acesse este link: Eu quero participar do projeto Google +

Leia mais sobre o Google +

Além disso, já está disponível em diversas páginas da Web a ferramenta +1 para compartilhamento.

Ela já é visível principalmente em grande parte dos blogs, mas também você pode utilizá-la em qualquer página.

Adicione o +1 a suas páginas para ajudar a destacar seu site.

O Google +1 ajuda as pessoas a descobrir conteúdo relevante, um website, um resultado de pesquisa do Google ou um anúncio, de pessoas que já conhecem e nas quais confiam. Adicionar um botão do Google +1 à sua página permite que os usuários recomendem seu conteúdo, sabendo que os amigos e os contatos verão a recomendação quando for a mais relevante, no contexto dos resultados de pesquisa do Google. Quando um usuário conectado do Google pesquisar, seu snippet dos resultados de pesquisa do Google poderá estar anotado com os nomes das conexões do usuário que marcaram sua páginacom +1. Se nenhuma das conexões de um usuário marcar sua páginacom +1, seu snippet poderá exibir o número agregado demarcações +1 que sua página recebeu.

Gostou deste post?

Clique no +1 aqui em baixo e compartilhe.

Abraços!

Suíça vai processar Google por privacidade no Street View

O comissário de proteção de dados do governo federal suíço, Hanspeter Thur, está prestes a processar o Google em uma tentativa de forçar a gigante da internet a melhorar o “embaçamento” de rostos e de números. A maior preocupação gira em torno de locais como hospitais, prisões e escolas.

Outros países demonstraram preocupações semelhantes no passado, mas o Google sempre argumentou que o atual nível de “embaçamento” é adequado e que as pessoas são livres para pedir que a companhia remova fotos de suas propriedades.

O Google afirma que trabalhou arduamente para satisfazer as exigências de privacidade do governo suíço. “Antes do lançamento na Suíça, nos asseguramos de ter conversado com reguladores de privacidade e outros grupos interessados para oferecer-lhes a oportunidade de levantar quaisquer questões e preocupações que tivessem. Então, ficamos felizes quando recebemos o sinal verde do governo para lançar o service, confirmando nosso entendimento de que o Street View é legal sob a lei suíça”, disse Peter Fleischer, Consultor Global de Privacidade da empresa em um blog.

Ele acrescentou que a empresa está desapontada com o fato de o comissário ter mudado de posição em relação ao Street View após o lançamento.

O Google afirmou que planeja se defender no tribunal.

Fonte: http://www.tgdaily.com/business-and-law-features/44677-switzerland-to-sue-google-over-street-view-privacy

New York - ao vivo

View Larger Map

Entenda Como Funcionam os Mecanismos de Buscas

O programa Olhar Digital do dia 20/09 realizou uma matéria falando sobre o funcionamento dos mecanismos de busca.

Muito interessante para quem deseja saber mais sobre esta tecnologia, sobre publicidade online, como e por quê empresas apostam nesta estratégia de relevância.

Vodpod videos no longer available.

 

Treinamento – Sazonalidade de Fim de Ano – Google

Tópico: Segmento de Turismo: Sazonalidade de Fim de Ano
Organizador: Equipe de Treinamentos do Google
Data e hora da realização: 27 de Outubro de 2009 – 14:00h

Hoje fiz um treinamento no Google online sobre Sazonalidade de Fim de Ano / Campanhas sazonais.

Eles abordaram assuntos muito repetitivos, no entanto sempre bom relembrar de certos detalhes para que você possa ter uma campanha otimizada.

O que mais me chamou atenção no treinamento foram os anúncios gráficos, onde a novidade são conversões por exibições. Eu vejo o anuncio, depois num outro momento eu lembrando daquele anuncio, faço uma busca no Google e clico no anúncio de texto. O Google tem como medir que anteriormente eu visualizei um anúncio gráfico. Sensacional, não?

Em mídias digitais (ex: Orkut) posso fazê-lo medindo em CPC ou CPM.

Veja algumas medidas dos banners para Orkut: 250x250px (home, canto direito superior) ou 728x90px (na parte de fotos).

Dei alguns prints do treinamento, espero que gostem:

Vodpod videos no longer available.

Deixem um comentário sobre qualquer dúvida que possam ter. Abraços!

 

 

Google Wave prepara segunda rodada de convites

Depois de resolvidas algumas instabilidades do sistema, mais convites serão liberados.


Stephanie Hannon, gerente de produto do Google Wave, anunciou neste domingo via Twitter que uma nova rodada de convites foi liberada no final de semana e que mais convites serão distribuídos a partir desta semana.

Há cerca de uma semana a Google distribuiu os primeiros 100 mil convites da nova ferramenta de comunicação pessoal, dando preferência àqueles que se dispunham a dar feedback sobre o produto. Entretanto, os contemplados com os primeiros convites não ganharam direito de convidar amigos. Segundo o site Lifehacker, trata-se de uma medida preventiva, já que a Google ainda está realizando alguns ajustes no sistema e preferia trabalhar com poucos usuários.

De acordo com a CNET News, agora que os problemas com a instabilidade do sistema foram resolvidos, diversos convites serão liberados. Assim, os primeiros convidados podem intermediar novos convites, algo parecido com o que aconteceu com o Gmail há alguns anos. No Twitter, “Google Wave” tem sido um dos trending topics há vários dias, com diversos usuários se gabando de terem recebido seus convites e outros pedindo para que fossem convidados.

Conseguir a oportunidade de ser um dos primeiros a testar o sistema tem sido tão difícil que nos Estados Unidos o blogueiro Hagan Blount promoveu um leilão no eBay para vender o seu convite. De acordo com o site do Wall Street Journal, interessados fizeram lances de até 27 mil dólares. O eBay alertou o usuário que esse tipo de leilão infringe as regras do site, e a oferta acabou sendo retirada. Desde então, diversas outras apareceram.

Outro problema decorrente dessa escassez de convites é a proliferação de golpes. A redação da Geek recebeu diversos emails com “ofertas” de convites para o Google Wave. A maioria cobrava uma taxa dos incautos, que provavelmente nunca veriam o convite após pagá-la. Uma grande parte levava a sites infectados com malware.

Segundo Hannon, quanto mais pessoas tiverem acesso ao Google Wave, mais valioso se tornará o serviço. Por isso, mais convites gratuitos devem ser liberados em breve, de acordo com as possibilidades do sistema.

Fonte: www.geek.com.br por: Jacqueline Lafloufa

O que é o Google Wave e o que é possível fazer com ele?

Google Wave é uma nova forma de comunicaçãocolaboração que serve para as pessoas trabalharem com mais produtividade online.

Ele é parte conversação e documento onde as pessoas podem se comunicar e trabalhar juntos com texto, foto, vídeo, mapa e muito mais.

É possível criar aplicações gadgets ou robôs para serem usadas dentro do Google Wave e que podem ser colocadas dentro de seu site usando uma simples API javaScript.

Robôs são participantes automatizados escritos para o servidor para executar tarefas. Eles podem ser hospedados na App Engine, que suporta JavaPython. Futuramente será possível hospedar robôs em seu próprio servidor. Veja um exemplo de robô chamado Tweety que permite o uso do Twitter dentro do Google News.

Como funciona: você cria um Wave, adiciona pessoas e todos poderão interagir. Você vê o que todos estão fazendo na hora! Também será possível “rebobinar” pra ver o que foi feito.

Como o AndroidChrome, o Wave será open-source para que todos possam se envolver.

O Google deixou a pergunta: O que mais podemos fazer com isso?

E eu deixo a minha: o Google vai ou não dominar o mundo?

Fonte: http://pedromenezes.com/o-que-e-o-google-wave-e-o-que-e-possivel-fazer-com-ele

Twitter negocia com Microsoft e Google por integração de tweets em busca

Microblog negocia com Microsoft e Google para receber dinheiro em troca de feeds que alimentarão resultados de busca de ambas as empresas.

O Twitter está negociando separadamente com Microsoft e Google por um acordo que permitiria que as empresas usassem mensagens publicadas no serviço de microblog nos seus resultados de busca.
Os acordos, ainda em negociação, preveriam o pagamento de milhões de dólares para o Twitter, além de eventual compartilhamento de receitas provindas das buscas envolvendo as mensagens curtas do serviço, segundo o blog BoomTown, mantido pela jornalista Kara Swisher.
O principal interesse tanto de Google como de Microsoft no Twitter está no feeds das atualizações de seus 54 milhões de usuários, o que facilitaria o trabalho de ambos os buscadores em rastrearem acontecimentos em tempo real.
O cofundador do Google,  Larry Page, e o presidente da empresa, Eric Schmidt, chegaram a admitir que o Twitter é melhor que o sistema de busca mais usado do planeta quando se trata de conteúdos em tempo real.
Caso sejam oficializados, os acordos não serão exclusivos, o que significa que até mesmo o Yahoo poderá fechar parceria semelhante para integrar mensagens do Twitter no seu índex, segundo Swisher.

O Twitter está negociando separadamente com Microsoft e Google por um acordo que permitiria que as empresas usassem mensagens publicadas no serviço de microblog nos seus resultados de busca.

Os acordos, ainda em negociação, preveriam o pagamento de milhões de dólares para o Twitter, além de eventual compartilhamento de receitas provindas das buscas envolvendo as mensagens curtas do serviço, segundo o blog BoomTown, mantido pela jornalista Kara Swisher.

O principal interesse tanto de Google como de Microsoft no Twitter está no feeds das atualizações de seus 54 milhões de usuários, o que facilitaria o trabalho de ambos os buscadores em rastrearem acontecimentos em tempo real.

O cofundador do Google,  Larry Page, e o presidente da empresa, Eric Schmidt, chegaram a admitir que o Twitter é melhor que o sistema de busca mais usado do planeta quando se trata de conteúdos em tempo real.

Caso sejam oficializados, os acordos não serão exclusivos, o que significa que até mesmo o Yahoo poderá fechar parceria semelhante para integrar mensagens do Twitter no seu índex, segundo Swisher.

Fonte: http://idgnow.uol.com.br/mercado/2009/10/08/twitter-negocia-com-microsoft-e-google-por-integracao-de-tweets-em-busca/

Google e escritores esperam chegar a acordo em novembro

NOVA YORK, EUA — A gigante da internet Google e representantes dos escritores americanos deverão apresentar perante um juiz no dia 9 de novembro um acordo sobre a divulgação de milhões de livros on-line.

“Espero que apresentem um acordo alterado para sua aprovação preliminar”, disse em Nova York o juiz federal Denny Chin.

Um dos advogados que representam o sindicato dos escritores e a Associação de Editores americanos confirmou que o acordo está a caminho.

“As partes trabalharam diariamente, assiduamente”, disse Michael Boni. “Percorremos um longo caminho para identificar e negociar emendas ao acordo”.

Boni indicou que o objetivo de 9 de novembro para uma audiência preliminar sobre o acordo era realista e que “na melhor das hipóteses, esperamos uma audiência sobre um acordo final para o fim de dezembro ou início de janeiro”.

Daralyn Durie, que representa o Google, também acredita que o acordo está ao alcance da mão. “As partes esperam que possamos apresentar um acordo”, destacou.

O acordo tenta resolver questões legais, incluindo pontos relacionados ao sindicato de autores, a respeito do projeto do Google.

Uma versão anterior do acordo enfrentou a oposição do departamento de Justiça, que pediu a Chin que voltasse a reunir as partes na mesa de negociações.

O departamento de Justiça disse que o projeto de digitalizar livros “tem o potencial de devolver vida a milhões de obras que atualmente estão fora dos limites”, mas, em sua forma atual, ainda briga com questões importantes do direito autoral.

Fonte: AFP http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5gQ_-psKiCNIuDUTynttI0hturrYA